Divulgue esse artigo

Condicionamento Físico: Interfere ou não no Kart Indoor?

Condicionamento Físico no Kart Indoor
Atalhos para este artigo

Vamos começar o ano com um assunto que deve estar na cabeça de muita gente, afinal, ano novo é uma época que quase todo mundo lembra que deixou de cuidar do corpo como deveria no ano anterior.

Para motivá-lo voltar às suas atividades físicas e melhorar seu condicionamento físico para suas corridas e campeonatos de kart indoor, realizamos um teste da interferência do condicionamento físico nas corridas de kart rental em um piloto sedentário e outro não sedentário.

Em parceria com o Doutorando em Ed. Física Alessandro de Freitas, vamos desenvolver um trabalho de preparação física em nossos cursos presenciais e para esta matéria realizamos o seguinte teste com cada um dos pilotos de kart indoor:

  1. 3 voltas rápidas descansados;
  2. Bateria de atividades de físicas intensas de 15 minutos (Desgaste localizado nos membros superiores);
  3. 3 voltas rápidas imediatamente aos exercícios;
  4. Bateria de atividades físicas aeróbias de 15 minutos (Desgaste generalizado);
  5. 3 voltas rápidas imediatamente aos exercícios.

O objetivo das sessões de atividade física era desgastar os piloto s de kart indoor, sedentário e não sedentário, para que observar como eles reagiriam em suas 3 voltas rápidas de acordo com o cansaço físico específico nos membros superiores e generalizado.

Veja o vídeo com a matéria completa:

É muito importante notar neste tipo de avaliação os fatos que se mostram na pista e também a percepção de esforço que os pilotos de kart rental.

Maurício, o piloto de kart indoor não sedentário, obteve em sua primeira bateria, quando estava descansado, a incrível marca de uma oscilação máxima de 0.05s entre suas 3 voltas rápidas. Após a primeira bateria de atividades físicas intensas, ele relatou que o cansaço interferiu significativamente em sua primeira volta, um cansaço pequeno na segunda volta e na última volta já não havia percepção de cansaço.

Como resultado disso, a sua melhor volta foi na última volta e após a bateria afirmara que poderia prosseguir por um longo período sem se cansar.

Após a segunda bateria de atividades físicas, desta vez moderadas e com o objetivo de cansar os pilotos de kart rental de forma generalizada e não mais localizada, Maurício, relatou um cansaço significativa na primeira volta que desapareceu na segunda e terceira volta. Isso possibilitou Maurício obter uma oscilação muito pequena entre essas duas voltas, inclusive cravando em uma dela a melhor volta do traçado até o momento.

Roberto, aluno da Academia do kart Presencial, nos surpreendeu positivamente, apesar do sedentarismo, executou todas as atividades planejadas e pilotou de forma muito consistente. Em suas primeiras 3 voltas descansado, conseguiu manter um bom ritmo e oscilou apenas 3 décimos entre suas voltas.

Após a bateria de atividade física intensas, Roberto relatou um grande cansaço e que não aguentaria uma corrida inteira naquelas condições. Sua melhor volta foi a primeira das 3, mesmo não oscilando muito elas foram piorando volta a volta. O cansaço só aumentou enquanto estava no kart.

Após a segunda bateria de atividades físicas, as suas voltas foram muito semelhantes às 3 voltas anteriores, sendo novamente a primeira sua melhor volta e após o final ele relatou, como podem ver no vídeo, que ficaria cada vez mais conforme fossem passando as voltas.

Webinar: 7 dicas para fazer curvas mais rápido no kart indoor (Em qualquer kartódromo)

Cadastre-se e tenha acesso ao material completo para te ajudar a aprender de uma vez por todas como fazer curvas no Kart

Ao informar meu dados eu concordo com Política de Privacidade e Cookies da Academia do Kart

7 dicas para fazer curvas mais rápido no Kart Indoor (em qualquer kartódromo)

Concluindo junto com o Mestre/Doutorando Alessandro de Freitas:

  1. O cansaço interferiu de forma negativa no desempenho dos piloto sedentário e não sedentário, porém o piloto não sedentário conseguiu se recuperar mesmo dentro do kart para voltar à sua pilotagem padrão;
  2. O piloto não sedentário suportaria andar por mais várias voltas sem que o cansaço interferisse em sua capacidade de concentração;
  3. O piloto não sedentário deve um crescimento do cansaço ao longo das voltas e isso fez com que seu tempo fosse piorando a cada volta feita. O piloto não suportaria manter um ritmo constante por mais tempo.

Dessa forma, podemos entender que a preparação física interfere em sua pilotagem de kart indoor, de forma direta e/ou indireta.

É certo que você não irá participar de nenhuma corrida de kart amador importante para você logo após ter saído de uma série de exercícios físicos cansativos, mas comece a analisar sua condição física ao longo de suas corridas de 20min., 25min., 30min. e endurances. Será que você consegue se manter constante o tempo todo?

Lembre-se que em uma corrida nem sempre é o mais rápido que ganha, mas sempre é o piloto que consegue se manter constantemente rápido.

Um grande abraço e até a próxima!

Ps.: Agradecimentos especiais ao Mestre Alessandro de Freitas e ao nosso aluno Roberto Lobo pelo apoio e disponibilidade.

Outras Dicas de Kart e Pilotagem...