Divulgue esse artigo

Como baixar seu tempo no traçado 101 do KGV

baixar tempo traçado 101
Atalhos para este artigo

O traçado 101 é um dos mais conhecidos do KGV. A seguir, confira dicas pesadas para baixar seu tempo no traçado 101 e melhore seus resultados no kart indoor!

Fala piloto, beleza?

O Kartódromo Internacional Granja Viana (KGV) é uma das pistas mais conhecidas no mundo do kart. Afinal de contas, além de ter uma ótima estrutura, é lá que acontecem vários campeonatos importantes.

A pista do KGV está localizada dentro de uma área total de 48.000 metros quadrados e oferece as mais diversas opções de traçados que podem ser utilizados em todos os tipos de competições de kart, do amador ao profissional.

O Kartódromo Granja Viana apresenta uma das mais lindas e desafiadoras pistas do cenário do kart nacional e internacional. Com aclives e declives, curvas de alta e de baixa, inclinações e longas retas, certamente a emoção de pilotar é garantida.

Entre as opções de traçados do KGV, o traçado 101 é um dos mais populares – e é sobre ele que vamos falar hoje. A seguir, confira dicas para baixar seu tempo no traçado 101 do KGV!

Ponto de entrada, contorno e saída

Todos os traçados têm a curva 1, e é nela onde os pilotos mais erram.

O ideal é sempre analisar o seu ponto de entrada, contorno e saída. Afinal, não adianta nada fazer o ponto de entrada e contorno certo, e errar no ponto de saída.

No ponto de entrada, por exemplo, muita gente costuma errar por frear na zebra, perdendo estabilidade e tempo na corrida. Ou então, pegar a zebra na direção errada.

Devo economizar pista?

De maneira geral, também é importante que você considere economizar pista. Mas, não exagere! Às vezes você economiza demais e acaba matando o kart no volante.

Dessa forma, é indispensável que você calcule as melhores formas de fazer determinada curva, e se vale a pena economizar pista.

LEIA TAMBÉM:
👉 Como aumentar sua velocidade dentro do traçado

Outro erro que muitos pilotos cometem é frear pouco, podendo, assim, perder o ângulo para fazer as próximas curvas e prejudicar o resto da corrida.

Por isso, lembre-se de que não adianta ter velocidade se você estiver mal direcionado.

Nesse sentido, é possível dizer que pilotar rápido é achar o equilíbrio entre o menor caminho possível sendo percorrido na maior velocidade possível.

Não vire tanto o volante

Pare de matar o seu kart virando tanto o volante!

Para que o seu kart desenvolva bem a velocidade, é fundamental que você vire o volante o mínimo possível. Afinal, sabemos que o volante serve como um segundo freio.

No kart indoor, motor e volante não combinam. Dessa forma, sempre que você for virar o volante numa curva de média velocidade, onde não é preciso frear, experimente tirar o pé do acelerador, ao invés de virar com o pé no acelerador.

Ou seja, evite tangenciar demais.

Às vezes, em curvas mais de alta, é interessante que você abra tudo e, em curva de baixa ou média, você pode seguir mais pelo meio, para economizar.

Na entrada do miolo, por exemplo, muita gente costuma tangenciar em excesso. Entretanto, isso só aumenta a curva e o seu tempo.

Passar ou não pelo serrilhado?

Geralmente, passar pelo serrilhado ou pela zebra nem sempre é uma boa ideia, pois o serrilhado faz com que o kart perca velocidade.

Existem 3 serrilhados no traçado 101 que valem a pena pegar e outros, como o que está logo após a curva 2, por exemplo, que não valem a pena.

E então, gostou das dicas? Para entender ainda mais sobre o assunto, confira a nossa live 107:

Toda segunda-feira às 20h nós fazemos lives com muitas dicas importantes para você se tornar um piloto cada vez melhor!

Fique ligado!

Outras Dicas de Kart e Pilotagem...