Divulgue esse artigo

Como Sair de Traseira Sem Perder Tempo no Kart Indoor

Sair de Traseira
Atalhos para este artigo

Fala piloto! Sair de traseira sem perder tempo no Kart Indoor é uma técnica muito útil, mas pouco vista nas pistas. Quer aprender bastante sobre o assunto? Então, continue lendo este post!

Primeiramente, precisamos ressaltar que sair de traseira não é Overdrive. Ou, pelo menos você tem que tomar cuidado para não ser, pois existe um momento certo para você sair de traseira e não entrar em Overdrive.

Se você executar a saída de traseira durante toda a curva, por exemplo, você vai estar em Overdrive, podendo prejudicar a sua corrida.

Em suma, essa é uma “manobra” complexa e sutil, que envolve uma coordenação bem fina entre freio, volante e acelerador – exatamente nessa ordem.

Ainda mais, vale lembrar que não tem como você começar a sair de traseira se você não começou a experimentar os limites do kart. Ou seja, você precisa entender o seu kart primeiro antes de tentar executar a técnica.

Quais são as vantagens de sair de traseira?

Como você pôde perceber, a saída de traseira é uma técnica que envolve freio, volante e acelerador e exige que você saiba perceber os limites do seu kart.

Essa técnica é pouco vista nas pistas, mas pode ser muito útil, oferecendo vantagens como: 

  • Desaceleração mais rápida, já que, ao virar o seu kart de lado, você irá reduzir a velocidade de maneira rápida
  • Apontar o kart para o ápice, virando o volante o mínimo possível. Afinal, no movimento de sair de traseira você já apontou a maior parte que você precisava do seu kart, tirando em média 70% da necessidade de virar o volante. Ou seja, se você souber usar essa técnica, vai conseguir ganhar tempo com isso.

Quando sair de traseira?

Em síntese, não existe certo ou errado, e nenhuma regra para você executar essa técnica. Mas, nós preparamos duas dicas que podem ajudar na sua pilotagem. Confira!

Karts sem muita frente

Se você pegar um kart que não tem muita frente, é legal você sair de traseira. No entanto, você precisa avaliar e testar na hora se irá fazer isso em todas as curvas.

Por isso, é muito importante que você saiba reconhecer as características do kart, principalmente se ele tem frente ou não.

Em curvas mais fechadas, que prevalecem o ápice tardio

Afinal, você não vai conseguir fazer a saída de traseira em uma curva de ápice adiantado, por exemplo.

Como a saída de traseira proporciona a desaceleração mais rápida, por isso, você precisa dar preferências para curvas de ápices de médio para tardio.

LEIA TAMBÉM:
👉 Saiba quais são os tempos de uma curva no kart

Cuidados para sair de traseira

1. Não confunda uma coisa com a outra

Não confunda uma coisa com a outra! Ou seja, sair de traseira para apontar o seu kart sem frente é uma coisa, executar toda a aproximação de lado na curva é outra.

Além disso, vale ressaltar que se você não tem sensibilidade para identificar como o seu kart é, treine! Não execute isso na corrida, ok?

2. Saiba analisar

Você só pode sair de traseira no tempo certo, pois se você ficar executando a manobra em todos os tempos de curva, seu resultado não será dos melhores.

Qual é o momento certo de sair de traseira?

De forma geral, podemos dar duas dicas para executar a técnica no momento certo:

  • A saída deve SEMPRE acontecer entre a desaceleração e a aproximação
  • Nunca saia de traseira após o ápice, afinal, se você fizer isso vai perder tempo.

Enfim, como sair de traseira?

Para sair de traseira, você precisa:

1. Conhecer o limite do seu freio

Em suma, você precisa conhecer o limite do seu freio e até que ponto é possível frear sem travar as rodas traseiras, lembrando que esse ponto pode mudar de acordo com a velocidade.

2. Freie um pouco mais

No momento certo, como explicamos acima, freie um pouco mais do que você sabe que pode. Mas, é só um pouco! Pisa no freio e já tira.

3. A pressão deve ser rápida

A pressão deve ser rápida, apenas o suficiente para você travar a roda por alguns milisegundos.

4. Suavidade ao virar o volante

Vire suavemente o volante para o lado da curva. Lembrando: suavemente, pois você está com o pneu travado. Ou seja, se você virar muito o volante, vai acabar virando demais o seu kart.

5. Analise se é hora de acelerar

Quando perceber que o kart está apontado para o ápice, analise se é hora de acelerar. Se for, manda bala. Caso contrário, espera um pouco e acelera na hora certa.

Em suma, quem saberá te dizer o momento certo de acelerar é você mesmo, de acordo com a sua sensibilidade da corrida.

Por fim, agora que você sabe bastante sobre o assunto, comece a mais a treinar a saída de traseira. Mas, não vá fazer isso em corridas!

Além disso, lembre-se de nunca sair de traseira após o ápice!

Se você gostou deste post, continue acompanhando nossas dicas

Até a próxima! 

Outras Dicas de Kart e Pilotagem...

O que é Track Walk
Dicas de Pilotagem

O que é Track Walk?

Track Walk é uma prática que promete trazer ótimos resultados para os pilotos. Não sabe o que é isso? Entenda o que é Track Walk e qual a sua importância

Leia mais »